Widget Image
Secretarias
17/09/2021
HomeEsportesItu recebe campeonato estadual de goalball a partir desta quinta-feira

Itu recebe campeonato estadual de goalball a partir desta quinta-feira

A cidade de Itu recebe a partir desta quinta-feira (16/07), o Campeonato Regional Sudeste II de Goalball. A competição é realizada pela CBDV (Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais), com apoio do Governo Federal, Prefeitura de Itu e Comitê Paralímpico Brasileiro.

Os jogos acontecem de 16 a 19 de julho, no ginásio poliesportivo do SESI de Itu, com a participação de equipes masculinas e femininas, de todo o estado de São Paulo. Itu será representada na competição, pela equipe da AIADV (Associação Ituana de Assistência ao Deficiente Visual) Escola de Cegos Santa Luzia. A modalidade goalball é uma novidade para os ituanos, que está sendo desenvolvida nas aulas de Educação Física, pelos professores da Secretaria Municipal de Esportes, em parceria com a entidade.

A categoria feminina contará com a participação das equipes do SESI-SP, Próvisão, APADV, CESEC, Santos FC, LMC e dois times sorteados. No masculino, SESI-SP, APADV, CEPREVI, ADV-Vale, Athlon, CESEC, Santos FC, LMC e AIADV Escola de Cegos Santa Luzia, disputam o título da competição.

A entrada para o Campeonato Regional Sudeste II de Goalball é aberta à população. O SESI de Itu está localizado na Rua José Bruni, 201, bairro São Luiz.

O goalball foi criado em 1946 pelo austríaco Hanz Lorezen e o alemão Sepp Reindle, que tinham como objetivo reabilitar veteranos da Segunda Guerra Mundial que ficaram cegos. O esporte é baseado nas percepções tátil e auditiva, por isso não pode haver barulho no ginásio durante a partida, exceto no momento entre o gol e o reinício do jogo ou nos intervalos, paradas técnicas e fim do jogo.

A quadra tem as mesmas dimensões da de vôlei (9m de largura por 18m de comprimento). De cada lado da quadra tem um gol com nove metros de largura e 1,3 de altura. As linhas de posicionamento dos jogadores, a linha do gol e algumas outras importantes para a orientação dos jogadores são marcadas por um barbante preso com fita adesiva, permitindo que os atletas possam senti-las.

Os atletas são, ao mesmo tempo, arremessadores e defensores. Posicionados no espaço de três metros a partir da linha do gol, os atletas devem defender as bolas lançadas pela equipe adversária e lançá-las em direção do gol adversário, rasteira, fazendo tocar em alguns pontos da quadra. Ganha o jogo quem fizer mais gols dentro dos 24 minutos que dura uma partida, dividido em dois tempos.

Como cada equipe fica em seu espaço delimitado, não existe contato entre elas nesta modalidade, tornando-a mais fácil e de aparente segurança para novos esportistas.

As equipes são formadas por três titulares e até três reservas. Todos vendados ou utilizando óculos opaco, que impeça a visão de qualquer um dos jogadores. É permitida a participação de todo atleta B1, B2 ou B3, porém, todos jogam vendados.

A bola possui guizos em seu interior que emite sons – existem furos que permitem a passagem do som – para que os jogadores saibam sua direção. A bola tem 76 cm de diâmetro e pesa 1,25 kg e é mais ou menos do tamanho da de basquete.

A seleção brasileira masculina de goalball é a atual campeã mundial da modalidade (título conquistado em julho de 204, na Finlândia) e medalha de prata nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012.

Clique aqui e confira a tabela do campeonato.

Texto: Fábio Navarro/Prefeitura de Itu

(13/07/15)