Widget Image
Secretarias
24/09/2020
HomeCulturaPatrimônio Ituano foi tema de seminário na FAMA

Patrimônio Ituano foi tema de seminário na FAMA

Na última quinta-feira (12/12), ocorreu na Fábrica de Artes Marcos Amaro (FAMA) o seminário “Patrimônio Ituano como atrativo turístico“, e o lançamento do livro “Turismo, Patrimônio e Regionalização“, da professora Esmeralda de Macedo Serpa.

A abertura do seminário ficou por conta de Carla Borba (coordenadora do educativo da Fundação Marcos Amaro), Maitê Velho (secretária municipal de Cultura e do Patrimônio Histórico) e Ana Paula de Moraes Quinteiro Capelli (diretora de obras da Prefeitura de Itu e presidente do Conselho de Preservação do Patrimônio Histórico Cultural da Estância Turística de Itu – CPPHC).

Na ocasião, Ana Paula Capelli falou sobre as melhorias que estão sendo realizadas no Centro Histórico da cidade. “Começamos pelas fachadas que foram adequadas e estamos revitalizando todo o Centro Histórico. A Praça da Independência (Carmo) e Padre Miguel (Matriz) foram revitalizadas e contam inclusive com wi-fi. Restauramos o Mercado Municipal, reformamos a Escola Convenção e ainda temos planos para mais melhorias na cidade. O governo se preocupa com o patrimônio histórico de Itu e estamos investindo nisso”, comentou Ana Paula.

A secretária municipal de Cultura e do Patrimônio Histórico, Maitê Velho, também esteve presente e destacou a atenção que o prefeito Guilherme Gazzola tem dado ao patrimônio ituano valorizando e restaurando esses bens.

Esmeralda de Macedo Serpa, professora de Turismo da Fatec de São Roque, apresentou a pesquisa “Turismo, Patrimônio e Regionalização” desenvolvida por professores do Eixo Tecnológico de Turismo, Hospitalidade e Lazer do Centro Paula Souza. “Trabalho na área do turismo há 44 anos, desde que comecei a vir para Itu enxerguei a cidade como um museu a céu aberto, um cartão postal, olhava para a cidade e via seu potencial turístico. As pessoas precisam compreender que o turismo gera emprego, mais que a indústria, além de estimular o comércio local com a grande movimentação de pessoas promovendo renda e rotatividade“, comentou Esmeralda, que também convidou vários ex-alunos que atuam na área para falar sobre pontos turísticos da cidade.

Em seguida houve apresentações alinhadas ao tema. Carla Volponi Steffen, expôs sua dissertação de mestrado “Transformações espaciais de Itu após a implantação de grandes condomínios 1970 – 2019”. Já Simone dos Santos, falou sobre seu Trabalho de Conclusão de Curso, “Itu, uma cidade reduzida a sua grandeza”e, encerrando o seminário, Emerson Castilho discorreu sobre sua tese de Doutorado em Museologia e Patrimônio, “Itu, entre as ideias preservacionista e desenvolvimentista: da disputa patrimonial e turística à construção de uma Imagem Cultural Ituana como Cidade-Museu”.

Também estiveram presentes Clóvis de Souza Dias e Valência Savioli, diretores da Fatec (Faculdade de Tecnologia) São Roque, Atílio Scalet, professor da Etec (Escola Técnica) “Martinho Di Ciero” do professor José Roberto Rebello, Silvia Martins Rodrigues, ex-diretora da Etec, entre outras autoridades e representantes da área do turismo e cultura da cidade.