Widget Image
Secretarias
06/02/2023
HomeNotíciasCombate à dengue ocorre durante todo o ano em Itu

Combate à dengue ocorre durante todo o ano em Itu

Imagem mostra um agente de controle tocando a campainha de uma residência.

O trabalho contínuo de combate à dengue no município de Itu envolve diversos serviços como o de Controle de Vetores, além das Unidades Básicas de Saúde, Unidade de Pronto Atendimento – UPA 14 horas, Pronto Atendimento Municipal (PAM) e Vigilância Epidemiológica (Viep). Com o objetivo de identificar e eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, a equipe do Serviço de Controle de Vetores trabalha de forma contínua.

O trabalho vai desde a tradicional visita casa a casa, que permite ao agente de controle de vetor orientar os proprietários de imóveis sobre criadouros do Aedes aegypti e sobre sinais e sintomas da doença, a nebulização de imóveis quando necessário, o treinamento da equipe e o mapeamento dos casos de dengue na cidade para traçar metas de combate.

Como o município de Itu tem passado por um período de chuvas, o biólogo e coordenador do Serviço de Controle de Vetores, Gilberto Lucena, enfatiza a importância de redobrar a atenção em relação a água parada e o possível surgimento de criadouros do Aedes aegypti.

“É fundamental que verifiquemos constantemente nossas residências e locais de trabalho para evitarmos o surgimento de criadouros do Aedes aegypti. São cuidados simples, mas de extrema importância no combate à dengue, como manter recipientes utilizados para armazenar água higienizados e devidamente tampados. O combate à dengue não é tarefa exclusiva do Poder Público e requer a colaboração da população”, afirma Lucena.

Neste ano, em Itu, foram registrados até o dia 18 quatro casos de dengue, sendo dois autóctones e dois importados.

2022De acordo com os dados do Serviço de Controle de Vetores da Secretaria Municipal de Saúde, no ano de 2022 foram destruídos 959 criadouros com larvas do mosquito Aedes aegypti e prestadas orientações aos respectivos responsáveis por eles; aplicados 67 autos de infração para reincidentes e 61 penalidades de multas e advertências.

Ainda segundo esses registros, ocorreram 379.150 visitas de rotina a imóveis e pontos estratégicos. Por estarem em área de transmissão da doença, 7.700 imóveis foram nebulizados.