Widget Image
Secretarias
15/04/2024
HomeCulturaKobra abre ateliê para o público

Kobra abre ateliê para o público

Imagem mostra o ateliê do artista Kobra

A partir de sábado (24), um dos espaços de trabalho do artista Eduardo Kobra estará de portas abertas para quem quiser conhecer os bastidores de sua criatividade.

Por onde anda, o artista brasileiro Eduardo Kobra é alvo da curiosidade das pessoas. Não poderia ser diferente, já que sua obra estampa paredões e fachadas de prédios enormes em todos os cantos do planeta.

Justamente para compartilhar com seus admiradores um pouquinho do seu espaço criativo, ele abre, a partir deste sábado (24), um dos seus estúdios para a visitação pública.

“Como artista, é uma grande realização ter um ateliê aberto. E isso é muito coerente com toda a minha carreira, já que minha arte sempre esteve nos espaços públicos, ou seja, são acessíveis às pessoas de forma geral”, comenta Kobra. “Trabalhar um pouco mais perto daqueles que gostam do que eu faço também é um jeito de retribuir tanto carinho que recebo.”

O projeto deste espaço reservado para Kobra dentro do FAMA Museu, contou com a colaboração e consultoria de Ricardo Samelli e Buenavista. Por lá, o público também vai poder conferir algumas obras do acervo do artista.

As portas para o universo do Kobra se abrem no próximo sábado (24), em Itu, no interior de São Paulo. “Nesses dias, não posso deixar de refletir sobre minha trajetória”, diz ele. “Vim da periferia de São Paulo e só fui entrar em um museu pela primeira vez já adulto. E, agora, é em um museu que abro ao público um de meus ateliês.”

Depois do dia 24/02, o ateliê ficará aberto de quarta a domingo, das 11h às 17h, conforme a agenda de funcionamento do FAMA Museu.

Outras iniciativas do artista em ItuTambém em Itu, Kobra fundou o Instituto Kobra, entidade criada com objetivo de promover a transformação social por meio da arte. O complexo ocupará uma área de 4 mil metros quadrados.

“Será o primeiro espaço do tipo no Brasil. Teremos o engajamento de diversos artistas de projeção nacional e internacional e daremos oportunidades para crianças, adolescentes e jovens”, adianta. “O Instituto terá um complexo onde acontecerão oficinas, palestras, workshops, exposições e falaremos sobre história da street art,” revela Kobra sobre o projeto.