Widget Image
Secretarias
27/02/2024
HomeGovernoItu participa da Primeira Missão Técnica Internacional da Rede Brasileira Cidade das Crianças

Itu participa da Primeira Missão Técnica Internacional da Rede Brasileira Cidade das Crianças

Imagem mostra a equipe da Prefeitura de Itu em Primeira Missão Técnica Internacional da Rede Brasileira Cidade das Crianças

Representantes do Poder Público municipal conhecem experiências aplicadas nas cidades europeias de Pontevedra (ES) e Valongo (PT)

A convite da Associação Francesco Tonucci e de representantes da Prefeitura de Jundiaí (Sede Brasileira da Rede Cidade das Crianças), o prefeito de Itu, Guilherme Gazzola, participou nesta semana da agenda da Rede Internacional Cidade das Crianças em Pontevedra (Espanha) e Valongo (Portugal). O principal objetivo da missão foi vivenciar as transformações e conquistas de municípios que têm tomado medidas contundentes em prol das infâncias e de todos os cidadãos, promovendo o bem-estar das crianças e de todas as pessoas como prioridade em suas políticas públicas.
Guilherme esteve acompanhado do secretário municipal de Planejamento e também responsável pela coordenação dos trabalhos pela Primeira Infância na cidade, Gilmar Pereira. “Foi uma oportunidade muito valiosa para ouvir gestores e técnicos de Pontevedra, reconhecida mundialmente por seu modelo urbanístico e por ter conseguido que nenhuma morte por acidente de trânsito acontecesse nos últimos 12 anos em suas ruas”, comenta Gilmar. A comitiva de Itu contou também com a secretária de Comunicação, Flávia Frossard, e a secretária adjunta da mesma pasta, Lilian Sartório, representante do Comitê Intersetorial pela Primeira Infância.
Nesta missão, além das autoridades ituanas, também estiveram presentes o próprio fundador da Rede Internacional Cidade das Crianças, Francesco Tonucci, a presidente da Associação e coordenadora da Rede Latinoamericana, Lorena Morachimo, o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado e representantes de outras cidades brasileiras: Itupeva, Osório (RS) e Pelotas (RS). O grupo pôde conhecer a transformação de mobilidade realizada no munícipio espanhol de Pontevedra, onde as ruas centrais e adjacências favorecem o pedestre e estimulam que as crianças e seus cuidadores possam andar a pé até a escola e vivenciar os espaços públicos.
O prefeito de Pontevedra, Miguel Ancho, fez questão de acompanhar a comitiva brasileira em um roteiro, explicando todos os benefícios que as mudanças trouxeram à qualidade de vida e também ao meio ambiente. “Aqui, antigamente, haviam mais carros do que pedestres e esta realidade ia contra tudo o que entendemos sobre cidade. As ruas devem ser preferência para as pessoas a pé e através do conceito criado pela Rede Cidade das Crianças, por Francesco Tonucci, entendemos que um local seguro para estimular a independência dos pequenos é o ideal”, descreveu. Miguel declarou: “aqui respeitamos as crianças e as nossas ruas foram projetadas para quem anda por elas e não por veículos. Este modelo, premiado internacionalmente, também melhorou a qualidade de nosso ar em todas as épocas do ano e também a saúde das pessoas, que praticam mais exercícios”.
Para Guilherme Gazzola, mais do que um grande aprendizado, também foi a constatação de que o projeto arquitetônico iniciado na rua Floriano Peixoto vai ao encontro da realidade observada na missão. “Fiquei muito feliz por saber que já estamos desenvolvendo algo que valoriza o pedestre e, com a experiência observada em Pontevedra, poderemos seguir aplicando uma metodologia de sucesso comprovada e reconhecida mundialmente”, relatou. O chefe do Executivo ituano mencionou que outras ações de sua gestão já fazem parte da política pelas crianças no município como os projetos implantados de cirurgias pediátricas humanizadas, inclusão do Quarto Azul no Hospital Municipal, a Casa do Autistas, o Plano Municipal pela Primeira Infância e as edições da Manhã das Crianças na região central e no Pirapitingui. Ainda em sintonia com o que é preconizado pela Rede Internacional Cidade das Crianças, estão em andamento a criação do Conselho das Crianças e do Quarteirão das Crianças na Avenida Ernesto Fávero.
Seguindo a jornada, em Valongo, os brasileiros foram recebidos por Jose Manuel Ribeiro, presidente da Câmara Municipal e puderam conhecer representantes de diversas cidades portuguesas que pertencem à Rede Internacional, trocando experiências sobre suas realidades e necessidades de mudança de comportamento. Além disso, o grupo também participou da Conferência Internacional “A criança no centro das políticas públicas: Uma cidade melhor para todos” no Fórum Municipal de Ermesinde, região do Porto.
Rede Brasileira das Crianças
Formalizada em março deste ano, a Rede Brasileira de Cidades das Crianças conta atualmente com Itu, Jundiaí, Itupeva, Jarinu, Mococa, Mogi das Cruzes, Benevides (PA), Boa Vista (RR), Brasileira (AC), Fortaleza (CE), Sobral (CE), Osório (RS) e Pelotas (RS). O movimento, derivado da Rede Mundial de Cidades das Crianças (La Città dei Bambini) fundada por Francesco Tonucci, defende investimentos no desenvolvimento na infância, durante os anos iniciais da vida dos cidadãos, como ferramenta de combate às desigualdades sociais.