Widget Image
Secretarias
15/04/2024
HomeMeio AmbienteVisita técnica é realizada no Central de Tratamento de Resíduos

Visita técnica é realizada no Central de Tratamento de Resíduos

Imagem aérea mostra o Central de Tratamento de Resíduos

A visita ao Central de Tratamento de Resíduos teve como objetivo acompanhar o andamento desta importante obra visando discutir questões relacionadas a gestão de resíduos da cidade

Uma comitiva da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos visitou, nesta quinta-feira (29/02), o andamento das obras da Central de Tratamento de Resíduos (CTR). Durante a vistoria, os participantes acompanharam de perto o andamento desta primeira etapa, bem como discutiram questões relacionadas à gestão de resíduos.

Conforme já anunciado, a primeira etapa deste projeto deve ser finalizada em até 06 meses. Nas etapas posteriores, a CTR vai gerar biogás purificado, transformando-o em biometano, uma alternativa ao gás natural. Os ativos gerados a partir da produção e venda de energia serão utilizados de forma conjunta entre a iniciativa público-privada, visando estimular o crescimento sustentável da cidade.

A secretária municipal de Justiça, Maria Teresa Leis Di Ciero Oliviero, que atualmente responde também pela pasta de Meio Ambiente e Recursos Hidrícos, manifestou o comprometimento da equipe em colaborar com este projeto e ainda complementou: “mensalmente, geramos uma média de 5 mil toneladas de lixo. Estamos investindo na construção da CTR, o que vai nos ajudar a economizar recursos no futuro. Isso significa menos despesas para nossa cidade e mais benefícios para todos nós”.

Vale reforçar que, assim que a Central de Tratamento de Resíduos iniciar suas operações, o aterro sanitário atualmente localizado no bairro Pinheirinho será encerrado. Neste contexto, duas alternativas de reutilização do espaço estão sob análise. Uma delas contempla a produção de biogás e energia, enquanto a outra considera a instalação de uma fazenda fotovoltaica. Ambos os projetos têm o potencial de gerar energia capaz de suprir até um terço das necessidades energéticas da cidade de Itu. A Prefeitura e a EPPO comunicarão mais detalhes sobre esses projetos em um momento oportuno.