Widget Image
Secretarias
17/07/2024
HomeEducaçãoItu se destaca nacionalmente em índices de alfabetização

Itu se destaca nacionalmente em índices de alfabetização

Imagem mostra a fachada de uma das unidades da Rede Saber, que atendem alunos de toda a cidade. Itu se destaca com altos índices de alfabetização.

O percentual de alunos alfabetizados na cidade supera a média nacional e reflete os investimentos feitos na Rede Municipal de Ensino

Nesta semana, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou o Indicador Criança Alfabetizada, que revela o percentual de estudantes matriculados no 2º ano do ensino fundamental com o padrão nacional de alfabetização, estabelecido pela pesquisa Alfabetiza Brasil. Segundo o órgão ligado ao MEC (Ministério da Educação), Itu apresenta 65.3% de seus alunos nessa etapa já alfabetizados. A média nacional é de 56%.

De acordo com os dados oficiais, Itu está entre as cinco cidades com maior índice de alfabetização no Estado de São Paulo, considerando as cidades com mais de 100 mil habitantes. Itu também surge na frente de outros municípios próximos como Sorocaba, Salto e Indaiatuba, que apresentam, respectivamente, 47.9%, 56.2% e 57.5%, de crianças alfabetizadas matriculadas no 2º ano.

“A escola destacada na avaliação foi a Rede Saber IV, que é de ensino integral e bilíngue, aberta recentemente pela Prefeitura na Vila Martins. É uma notícia excelente, pois trata-se de uma escola nova, num bairro periférico, que já está mostrando um ótimo resultado, refletindo a seriedade dos investimentos desta gestão na formação das crianças”, celebra o secretário municipal de Educação, Plínio Bernardi Junior.

O indicador é calculado com base nos resultados das avaliações da alfabetização, conduzidas pelos sistemas estaduais em organização complementar ao Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O objetivo é permitir o monitoramento do Compromisso Nacional Criança Alfabetizada, do MEC.

Em relação às cinco regiões do país, o Sul e o Centro-Oeste obtiveram resultados acima da média nacional, com 67% e 57% de crianças alfabetizadas, respectivamente. O Sudeste e o Nordeste ficaram com os seguintes percentuais: 55% e 54%. A Região Norte obteve um percentual abaixo da média nacional, com 50% de crianças alfabetizadas ao final do 2º ano do fundamental.