Widget Image
Secretarias
14/12/2018
HomeSaúdeTablets serão utilizados no trabalho de combate aos focos do Aedes aegypti em Itu

Tablets serão utilizados no trabalho de combate aos focos do Aedes aegypti em Itu

Para aprimorar ainda mais o serviço realizado no município no combate aos focos do mosquito Aedes aegypti, na última terça-feira (04/12), a Prefeitura de Itu, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, entregou tablets aos agentes de controle de vetores. O prefeito Guilherme Gazzola, que esteve presente à entrega, enfatizou os benefícios da informatização em serviços de saúde e parabenizou a equipe por ter conquistado o respeito da população ituana devido ao trabalho de qualidade que desenvolve.

A secretária municipal de Saúde, Janaina Guerino de Camargo, analisou a importância do uso da tecnologia para agilizar o lançamento dos dados e consequente trabalho de atendimento a casos suspeitos, tanto em relação ao tratamento médico quanto ao bloqueio químico da área quando indicada pelos técnicos do Departamento de Controle de Vetores.

Enfatizou que além do uso da tecnologia, é fundamental que a população colabore com ações preventivas como, por exemplo, evitar o acúmulo de água parada nas residências.

Segundo o biólogo e coordenador do referido Departamento, Gilberto Lucena, a introdução do uso de tablets nas atividades de visitas casa a casa e pontos estratégicos é um marco na história do trabalho de combate aos focos do mosquito Aedes aegypti na cidade de Itu.

Após a entrega dos equipamentos, cuja implantação deve ser gradativa a fim de adequar a logística de campo com a do processamento de dados, houve treinamento ministrado pelo encarregado de Setor de Operação de Campo da Superintendência de Controle de Endemais (Sucen), João Antônio dos Santos, para utilização dessa ferramenta. A representante do Serviço Regional da Sucen de Sorocaba, Sandra Cardoso, também acompanhou o treinamento.

 

Vantagens

Entre as vantagens da implantação do uso de tablets nas atividades de campo do Departamento de Controle de Vetores estão a eliminação dos boletins de produção, o que representa cerca de 2 mil impressos/mês a menos, contribuindo também com a sustentabilidade.

Pelo fato das informações terem caráter dinâmico e serem substituídas no decorrer dos anos, os boletins serão alterados sem a eliminação de impressos antigos como ocorria até então.

Haverá também rapidez no processamento dos dados obtidos, substituindo a digitação de aproximadamente 16 mil visitas mensais aos imóveis da cidade; melhoria na qualidade dos dados possibilitando uma melhor tomada de decisões em relação à priorização dos serviços de controle a serem executados.

Ainda entre as vantagens estão a maior precisão dos dados que serão georeferenciados, aumentando a eficiência das avaliações de risco e a integração com a plataforma digital utilizada pela Superintendência de Controle de Endemais (Sucen).

Equipe do Departamento de Controle de Vetores passará a utilizar tablets em trabalho de campo

Agentes de Vetores participaram de treinamento