Widget Image
Secretarias
25/05/2019
HomeCulturaSábado tem Sesc Artes na Praça do Carmo

Sábado tem Sesc Artes na Praça do Carmo

No próximo sábado (13/04), com apoio da Prefeitura, o Circuito Sesc de Artes chega em Itu, na Praça da Independência (Carmo), com atividades de artes visuais, circo, cinema, dança, música, teatro, literatura e tecnologias e artes, animando adultos e crianças. Das 16h às 21h30, todo o público poderá participar e aproveitar um dia recheado com muita arte e cultura ao ar livre.
Por onde passa, o Circuito Sesc de Artes leva atividades culturais que abordam diversas linguagens, com artistas, grupos, coletivos e companhias com longas e reconhecidas trajetórias.
A turnê do projeto desembarca em Itu com destaque para o rap e conta com shows de Max B.O., rapper que já foi apresentador do programa Manos e Minas da TV Cultura, e do DJ Nato Pk, que integra o coletivo e selo independente Pau-de-Dá-em-Doido e a crew de DJs Só Disco Salva.
O Circo Amarillo, tradicional grupo do circo paulista, também marca presença com o espetáculo Experimento Circo, onde dois personagens excêntricos constroem um jogo frenético, alternando números circenses tradicionais e contemporâneos, humor, música ao vivo e interação com o público.
Também haverá apresentações de Cinema em Realidade Virtual, Artes Visuais com a oficina Corte, Recorte, Serigrafe!; Dança com Supernada – Bichos Soltos e Sambada de Reis com o Grupo Manjarra e Cia. Mundu Rodá. Todas as atrações do Circuito Sesc de Artes são gratuitas. Confira a descrição de cada uma delas:

Cinema
Cinema em Realidade Virtual – Parceria com a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (SP). O público é convidado a experimentar a tecnologia imersiva que vem abrindo possibilidades de linguagens de cinema e novas formas de contar histórias. Será apresentado um panorama da produção recente com filmes curtos que exploram novos caminhos para a experiência em VR (“virtual reality”/realidade virtual).

Música
DJ Nato PK (SP)
Com mais de 21 anos de carreira, DJ Nato PK integra o coletivo e selo independente Pau-de-Dá-em-Doido e a crew de DJs Só Disco Salva. Produtor e beatmaker, foi pioneiro nas Batalhas de Beats em São Paulo e já fez parcerias com grandes nomes do rap paulista. Seus sets, normalmente feitos com vinis, são focados nas vertentes do rap brasileiro.

Circo
Experimento Circo – Circo Amarillo (SP)
Dois personagens excêntricos, que se dizem “primitivos do futuro”, constroem um jogo frenético, alternando números circenses tradicionais e contemporâneos, humor, música ao vivo e interação com o público. O espetáculo mistura expressões teatrais e da dança com técnicas circenses como arame, malabarismo, mão a mão, diabolô, malabarismo com fogo e tecido.

Música
Max B.O. (SP)
Com mais de 20 anos de carreira, o MC, rapper e apresentador está divulgando seu mais recente álbum, O.M.M.M., primeiro trabalho de inéditas desde 2013 e depois de diversas parcerias com outros artistas. Explorando o talento para o freestyle ainda na Zona Norte de São Paulo, Max integrou os grupos Cartel SP e Boletim de Ocorrência até seguir carreira solo. Durante sete anos, também foi apresentador do programa Manos e Minas, da TV Cultura.

Artes Visuais
Corte, Recorte, Serigrafe! – Augusto Sampaio (SP)
Os participantes da oficina vão produzir uma tiragem de cartazes impressos em serigrafia, com figuras desenhadas e recortadas, que serão usadas como estêncil para a impressão. Haverá temas especiais para crianças e para jovens e adultos, para que todo o público possa expressar sua criatividade nas serigrafias.

Dança
Supernada – Bichos Soltos – Clarice Lima & gente fina, elegante e sincera (SP)
Tem mulher-cabelo, tem pessoa-brilho e tem gente-grama. Mas quem são essas criaturas? “Bicho Solto” é uma intervenção coreográfica para crianças, pensada para espaços abertos. Quatro bailarinas vestidas com os figurinos-fantasias de seres desconhecidos interagem com o ambiente e com as pessoas, ao mesmo tempo em que invocam a memória do público e distorcem a lógica e os padrões sociais.
Sambada de Reis – Grupo Manjarra e Cia. Mundu Rodá (SP)
Inspirado na tradicional Dança do Cavalo Marinho Pernambucano, este cortejo musical tem um espírito de brincadeira e festa. Figuras mascaradas tocam instrumentos, dançam, brincam com o público e acompanham o Capitão Marinho, que compra uma série de máscaras dos personagens que aparecem para contar suas histórias em um grande baile em praça pública.