Widget Image
Secretarias
21/09/2019
HomeGestões AnterioresPrefeitura realiza ações de orientação e prevenção contra o HIV

Prefeitura realiza ações de orientação e prevenção contra o HIV

O Dia Mundial de Luta Contra a Aids foi lembrado no Vida Em Movimento e motiva outras ações ao longo da semana

Com o objetivo de alertar sobre o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, que ocorre em 1º de dezembro, a mais recente edição do Projeto Vida em Movimento (29/11), contou com a entrega de folhetos informativos sobre HIV e Aids, distribuição de preservativos masculino e feminino, além de orientação por profissionais da Secretaria Municipal da Saúde e de membros do Grupo de Apoio, Prevenção e Informação ao Soropositivo de Itu (Gapisi).

Além dessa mobilização no projeto que acontece na Galileu Bicudo, a Secretaria da Saúde, por meio do Ambulatório de Moléstias Infecciosas (AMI), e Gapisi promovem outras ações alusivas à data como realização de teste rápido de HIV e orientações. Interessados em fazer gratuitamente o teste rápido de HIV ou receber orientações sobre o vírus e Aids podem procurar o AMI, de segunda a sexta-feira, das 7h às 15h, portando um documento com foto. O AMI está localizado na Rua José de Paula Leite de Barros, 136, Centro.

Orientação

HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Esse vírus é o causador da Aids e ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. Ser portador do vírus HIV não significa, necessariamente, que a pessoa tenha Aids. Há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença.

A transmissão do vírus HIV acontece por meio de relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação. Ficar sabendo do contágio pelo HIV precocemente aumenta a expectativa de vida do soropositivo (pessoa portadora do vírus HIV). Por isso, recomenda-se o exame para quem passou por uma situação de risco como sexo desprotegido ou compartilhamento de seringas. No entanto, a infecção pelo HIV pode ser detectada com, pelo menos, 30 dias a contar da situação de risco.

Texto e fotos: Angélica Estrada/Prefeitura de Itu