Widget Image
Secretarias
20/11/2019
HomeSaúdeMédica da Secretária Municipal da Saúde faz especialização na China

Médica da Secretária Municipal da Saúde faz especialização na China

A médica otorrinolaringologista Heloisa Helena Raymundo, que atua no setor de Fonoaudiologia da Secretaria Municipal da Saúde, embarcou para a China, neste mês, para participar de curso no Beijing Hospital e no Tong Ren Hospital da TCM University. Esse curso, teórico e prático, abrange temas como cefaléia, AVC, paralisia facial, obesidade, técnicas de manipulação para dor, entre outros.

Heloisa Helena, que integra um grupo de 14 médicos de vários lugares do Brasil que foi à China, fez o curso de especialização em acupuntura, no período de março/2011 a março/2013, em São Paulo, com o renomado médico acupunturista da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), em sua clínica Ceimec, Hong Jin Pai. Ela também atua no ambulatório de acupuntura do Hospital das Clínicas da USP, junto com o grupo do referido médico.

“No caso da otorrinolaringologia, a acupuntura tem ótimos resultados para rinites e sinusites, tonturas e vertigens; lógico para audição não, mas para zumbidos os trabalhos chegam a relatar até 30% de melhora. O que a gente percebe é o bem estar dos pacientes, a melhora do estado geral físico e mental, porque a acupuntura sempre vai tratar o indivíduo com um todo e não como parte”, explica a médica.

No serviço de Fonoaudiologia da Prefeitura de Itu, a médica atende pacientes dos programas de Zumbidos, Voz, Respirador Oral, Saúde Auditiva do Idoso/Hipertenso/Diabético, Bebês Prematuros. Ela também aplica acupuntura em um grupo de pacientes do serviço municipal de Fonoaudiologia.

Em 1995, a acupuntura foi reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Três anos depois, também passou a ser reconhecida pela Associação Médica Brasileira (AMB). Dessa forma, oficialmente a acupuntura não é considerada terapia alternativa.

A acupuntura é indicada no tratamento de diversas doenças ou sintomas, já que apresenta efeito analgésico, antiinflamatório e relaxante muscular, além de promover imunidade e agir na reabilitação das sequelas do derrame cerebral. Também apresenta efeito calmante, antidepressivo leve e cicatrizante, entre outras ações não muito pesquisadas. Esses efeitos ocorrem em conjunto ou isoladamente, dependendo das técnicas selecionadas pelo médico.