Widget Image
Secretarias
14/11/2019
HomeGestões AnterioresItu está entre as 100 melhores cidades de SP, aponta ranking do IDHM

Itu está entre as 100 melhores cidades de SP, aponta ranking do IDHM

O município figura ainda entre os 200 mais desenvolvidos de todo o país, de acordo com o índice

O município de Itu ocupa a 197ª posição, em 2010, no ranking do Índice do Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do Brasil. Ou seja, dos 5.565 municípios brasileiros, somente 196 estão em situação melhor que Itu. No Estado de São Paulo, Itu ocupa a 96ª posição entre os 645 municípios paulistas. Os resultados do IDH foram divulgados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), na última segunda-feira (29/07).

Com IDHM de 0,773, em 2010, Itu está situado na faixa de Desenvolvimento Humano Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799). Entre 2000 e 2010, a taxa de crescimento foi de 10,90% (o IDHM passou de 0,697 em 2000 para 0,773 em 2010). Entre 1991 e 2000, o Índice passou de 0,550 para 0,697, registrando crescimento de 26,73%.

Nas últimas duas décadas, Itu teve um incremento de 40,55% no seu IDHM, acima da média de crescimento estadual (35,47%). No mesmo período, a renda per capita média de Itu cresceu 69,58%, passando de R$ 612,17 em 1991, para R$ 841,82 em 2000, e R$ 1.038,14 em 2010.

Entre 2000 e 2010, Educação foi a dimensão que mais cresceu em termos absolutos, registrando crescimento de 0,128. Em seguida, as dimensões que apresentaram maior crescimento foram Longevidade e Renda. Entre 1991 e 2000, Educação também foi a dimensão que mais cresceu em termos absolutos, com crescimento de 0,233, seguida por Longevidade e por Renda.

A mortalidade infantil (mortalidade de crianças com menos de um ano) em Itu, teve redução de 27%, passando de 17,7 por mil nascidos vivos em 2000 para 12,9 por mil nascidos vivos em 2010. De acordo com os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio das Nações Unidas, a mortalidade infantil para o Brasil, em 2015, deve estar abaixo de 17,9 óbitos por mil. Em 2010, as taxas de mortalidade infantil de São Paulo e do Brasil eram, respectivamente, de 13,9 e 16,7 por mil nascidos vivos.

Para compor a dimensão Longevidade do IDHM, o indicador utilizado é a esperança de vida ao nascer. Na cidade de Itu, a esperança de vida ao nascer aumentou 8,0 anos nas últimas duas décadas, passando de 68,2 anos em 1991 para 73,1 anos em 2000, e para 76,2 anos em 2010, superando tanto a do Estado quanto a do País que, em 2010, respectivamente, são de 75,7 anos e 73,9 anos.

Outro dado importante é que a taxa de atividade da população de 18 anos ou mais (ou seja, o percentual dessa população que era economicamente ativa) passou de 69,63% em 2000 para 70,64% em 2010. A taxa de desocupação (percentual da população economicamente ativa que estava desocupada) passou de 13,68% em 2000 para 5,21% em 2010.