Widget Image
Secretarias
21/07/2019
HomeCulturaFestival Interfoto Itu 2014 tem exposição inédita

Festival Interfoto Itu 2014 tem exposição inédita

Alessandro Celante traz exposição inédita para Itu

Alessandro Celante traz exposição inédita para Itu

O Festival Interfoto Itu 2014, que acontece até o dia 30 de agosto, na Fábrica São Luiz, conta com a exposição inédita “Máscaras Impermanentes”, do fotógrafo Alessandro Celante que viveu anos longe de Itu e retornou para participar da exposição. “Eu vivi no eixo Salto Itu até os meus 10 anos de idade e a experiência em termos de memória tem sido avassaladora, pois meu avô materno trabalhou a vida toda na São Luiz e morava em frente à fábrica e eu nunca houvera entrado sequer na São Luiz.

Uma experiência, inclusive, de rememorar espaços onde nunca estive”, comentou.

Celante conta que essa exposição estava sendo desenvolvida para 2015, onde seria inaugurada em Havana, Cuba. “O convite para adaptá-la em Itu foi um presente e resolvi desmembrá-la e adaptá-la para outros suportes e outros espaços. A exposição foi também selecionada para o ‘Paraty em Foco’, agora em setembro, e há convites de ocupação em outros espaços. O mais interessante é que estou também alimentando o projeto com novas fotos e novas abordagens”, contou.

A exposição, que tem o apoio da Prefeitura de Itu, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, conta com fotos que estão expostas no túnel que ligava os prédios da antiga tecelagem. Os visitantes entram no local com lanternas e têm a oportunidade de vivenciar novas experiências. “Meu maior cuidado foi o de preservar as sensações que o próprio espaço pressupõe e não deixa-lo alegórico. Essa é a parte mais interessante e gratificante, a adaptação, a exploração e os vetores de convergência entre o trabalho e o espaço para que se tornem um único emissor de sensações. As sensações vão da exploração ao soterramento, do acúmulo ao isolamento e a solidão é amiga da reflexão. Enfim, pude propor uma experiência estética”, descreveu Celante.

As fotos são em preto e branco, reveladas com uma técnica especial sobre tecido e estão penduradas na extensão ainda existente do túnel retratando rostos humanos envoltos em fumaça. As pessoas fotografadas foram convidadas a entrar em uma banheira com água e gelo seco para participarem do projeto.

Quanto ao Interfoto Celante destaca que o Festival é um caminho de convergências de união de resgate. “É bom para o meio fotográfico, é bom para a comunidade, é necessário ao turismo, é imprescindível à cultura e, consequentemente ao comércio. Uma vez que o evento se torne parte do calendário cultural e expanda territorialmente pela cidade, todos ganham”, finaliza.

O evento conta com o apoio da Prefeitura de Itu, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Arfoc (Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Estado de São Paulo), Espaço Fábrica São Luiz e Protur (Associação Pró-desenvolvimento do Turismo de Itu) e com o patrocínio do Colégio Anglo Itu/Salto, Restaurante Colombo e realização e organização da Revista Terraço, Ágape Comunicação e Di & Partners.
 
Exposições
De 23 a 30 de agosto
8h às 21h
Fotoretrospectiva 2013 Arfoc/Canon

Multimídia da Copa 2014

Ituano Campeão Paulista

Máscaras Impermanentes de Alessandro Celante

Urbanus de Keiny Andrade

Divina Paraitinga de Denys Flores

Texto e foto: Renata Guarnieri/Prefeitura de Itu