Widget Image
Secretarias
14/12/2019
HomeCulturaEntregues obras de restauro do altar mor da Igreja Matriz

Entregues obras de restauro do altar mor da Igreja Matriz

Na manhã do último domingo (28/02), ocorreu a cerimônia de entrega da primeira etapa das obras de restauro da Igreja Matriz Nossa Senhora Candelária. Os presentes puderam contemplar o que há pelo menos um século estava escondido embaixo de camadas de tinta.

A cerimônia contou com as presenças do prefeito Antonio Tuíze, da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade de Itu, Zélia Vaccari Gomes, do vice-prefeito Neto Beluci e sua esposa Silvana Volponi Beluci, do pároco da Igreja Matriz Nossa Senhora Candelária, padre Francisco Carlos Rossi, dos vereadores Balbina de Paula Santos e Olavo Volpato, do arquiteto do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan/SP, Mauro Bondi, que representou a presidente do Iphan, arquiteta Jurema Machado e a superintendente de São Paulo, Maria Cristina Donadelli, do presidente do Museu a Céu Aberto, Paulo Solano Pereira, e do responsável pela execução dos trabalhos de restauro, o conservador-restaurador Julio Moraes, da secretária municipal de Cultura, Allie Marie Queiroz, entre outros secretários e diretores municipais.

O prefeito Tuíze afirmou estar emocionado com aquele importante momento e agradeceu a todos que se dedicaram ao trabalho de restauro. Destacou ainda que agradece a Deus a oportunidade de estar prefeito da cidade de Itu e poder direcionar parte do orçamento a esse projeto. O pároco da Matriz também agradeceu aos envolvidos e disse que o restauro contribui para a arte do Brasil. Bondi mencionou a importância das descobertas artísticas que ocorreram durante esse processo de restauro.

Durante a cerimônia, houve participação do Quinteto do Museu da Música-Itu, que apresentou uma composição feita para a Semana Santa, em 1801, intitulada Pange Lingua…Corporis; e uma obra musical de Padre Jesuíno do Monte Carmelo, composta para a Semana Santa de 1801, mais precisamente para a Procissão de Palmas.

O início desta fase das obras de restauro aconteceu em fevereiro de 2015 e, após um ano, todo o altar mor com douramentos e prata vistos em poucas igrejas foi oficialmente entregue. As obras realizadas no local surpreenderam inclusive os técnicos do Iphan que teceram elogios ao trabalho realizado pelos artistas que o fizeram e também aos restauradores que trouxeram à tona todo o esplendor das pinturas e entalhes da igreja ituana.

Em visita realizada no mês de julho, Mauro Bondi ficou impressionado com o resultado obtido. “Temos aqui um dos altares mais bonitos do estado de São Paulo”, comentou.

As telas de Padre Jesuíno do Monte Carmelo, localizadas nas laterais do altar mor, foram retiradas e também passaram por restauro. Para que haja uma noção da dimensão do trabalho realizado, somente as molduras das telas somam mais de cem metros de douramento.

A viabilização do restauro da Igreja Matriz Nossa Senhora Candelária de Itu aconteceu pela parceria entre a Prefeitura de Itu, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Arquidiocese de Jundiaí, o BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. A Prefeitura da Estância Turística de Itu garantiu o aporte financeiro necessário a uma intervenção contínua e de alta qualidade.

A OSCIP Museu a Céu Aberto incumbiu-se do gerenciamento geral do projeto e dos serviços; o restauro de escultura, pintura e douração ficou a cargo de Julio Moraes Conservação e Restauro; a firma Inspirati Arte, Cultura e Comunicação responsabilizou-se pelo tratamento de madeiras e suporte operacional para as obras de restauro, e VEC Engenharia e Gestão garante o suporte técnico de engenharia e logística. O licenciamento, fiscalização e acompanhamento geral foram feitos pelo IPHAN e pela Secretaria Municipal de Cultura de Itu.

Texto: Decom
Fotos: Angélica Estrada/Prefeitura Itu