Widget Image
Secretarias
21/09/2019
HomeSaúdeEncontro com adolescentes e educadores terá suicídio como tema

Encontro com adolescentes e educadores terá suicídio como tema

Um encontro para a apresentação do projeto intitulado “Conversando sobre suicídio – superando preconceitos” será realizado no próximo dia 10, às 8h, no auditório da Prefeitura. Iniciativa da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Itu, com apoio da Prefeitura de Salto e da Diretoria Regional de Ensino de Itu, o projeto tem início no mês da campanha mundial Setembro Amarelo, que é um alerta sobre a importância da prevenção ao suicídio

A abertura do evento, destinado a adolescentes de 12 a 18 anos de escolas estaduais existentes em Itu, educadores e familiares, será feita pelo grupo musical Los Capsitas, formado por usuários do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Itu. Ao longo do encontro haverá apresentação do Projeto pelo chefe de Departamento de Saúde Mental da Secretaria de Saúde de Itu, Ademir Corazza; apresentação do material de estudos sobre o tema, disponibilizado pelo Centro de Valorização da Vida (CVV); e palestra sobre suicídio, ministrada pela psicóloga Maria Pia Appendino Santoro Ribeiro.

O objetivo do projeto é a proposição de formação e instrumentação dos equipamentos de educação, saúde e assistência social (o tripé dos cuidados) para a discussão e prevenção do suicídio no município de Itu. Visa ainda promover a formação de multiplicadores capacitados para transferir os conhecimentos do tema citado envolvendo professores e alunos dos grêmios estudantis; propor a utilização do material audiovisual elaborado pelo Centro de Valorização da Vida (CVV); criar espaço nas escolas para discussão e fortalecimento dos adolescentes com supervisão da equipe do Centro de Atenção Psciossocial Infanto Juvenil (Caps IJ).

O projeto prosseguirá nas escolas por meio da multiplicação do conteúdo, ação realizada pelos alunos dos grêmios estudantis, sempre com a supervisão da equipe do Caps IJ.

 

Suicídio

O suicídio é um tema delicado, pouco trabalhado com adolescentes, ainda considerado tabu em nossa sociedade. As pessoas têm dificuldade em abordar esse tema, que permanece sendo alvo de preconceito devido à falta de informação e à perpetuação dos mitos que envolvem o ato de cometer suicídio.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou, em 2018, que o suicídio era a segunda maior causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos. Na oportunidade, a OMS informou que, a cada 40 segundos, uma pessoa se suicidava no planeta. Destacou que o registro de casos ocorre em todos os países, independente da condição econômica, no entanto, quase 80% dos óbitos são identificados em nações de renda baixa e média, segundo dados de 2016; sendo que a maioria das ocorrências se dá em zonas rurais e agrícolas.