Widget Image
Secretarias
22/10/2021
HomeSaúdeVacinação de pessoas com comorbidades e deficiências permanentes acontece nesta semana

Vacinação de pessoas com comorbidades e deficiências permanentes acontece nesta semana

Nos dias 12, 13 e 14 de maio, a Secretaria Municipal de Saúde realiza a aplicação de 1ª dose da vacina contra a Covid 19 em pessoas com comorbidades e deficiências permanentes na faixa de 50 a 59 anos. A vacinação acontece no estacionamento da Prefeitura (Drive Thru) e na Subprefeitura do Pirapitingui.
Para receber a vacina, a pessoa deve ter uma ou mais comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde (veja relação neste texto). Confira datas, horários, grupos contemplados e documentação necessária (além de CPF, documento com foto e comprovante de endereço).

Dia 12/05, quarta-feira, das 16h às 20h:

  • pessoas com 57, 58 e 59 anos que tenham comorbidades
  • transplantados que utilizam imunossupressores com 18 a 59 anos
  • pessoas com Síndrome de Down na faixa etária de 18 a 59 anos
  • pessoas com deficiência permanente de 50 a 59 anos com Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC)

Dia 13/05, quinta-feira, das 7h às 12h

  • pessoas com 55 e 56 anos que tenham comorbidades
  • transplantados que utilizam imunossupressores com 18 a 59 anos
  • pessoas com Síndrome de Down na faixa etária de 18 a 59 anos
  • pessoas com deficiência permanente de 50 a 59 anos com Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC)

 Dia 13/05, quinta-feira, das 13h às 19h

  • pessoas com 53 e 54 anos que tenham comorbidades
  • transplantados que utilizam imunossupressores com 18 a 59 anos
  • pessoas com Síndrome de Down na faixa etária de 18 a 59 anos
  • pessoas com deficiência permanente de 50 a 59 anos com Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC)

Dia 14/05, sexta-feira, das 7h às 19h

  • pessoas com 50 a 59 anos que tenham comorbidades
  • transplantados que utilizam imunossupressores com 18 a 59 anos
  • pessoas com Síndrome de Down na faixa etária de 18 a 59 anos
  • pessoas com deficiência permanente de 50 a 59 anos com Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC)


Os pacientes que fazem hemodiálise (Terapia Renal Substitutiva), na faixa etária de 18 a 59 anos, serão vacinados na clínica onde realizam o tratamento.

Já os que realizam acompanhamento pelos grupos de diabetes e hipertensão (dentro dos critérios contemplados pelo Plano Estadual de Imunização) podem procurar a sua UBS de referência para retirada da documentação necessária para a vacinação.


Documentação necessária

  • Pessoas com 50 a 59 anos que tenham comorbidades: declaração médica ou receita médica que tenha sido emitida no máximo há seis meses ou exames que tenham sido realizados no máximo há seis meses
  • Transplantados que utilizam imunossupressores com 18 a 59 anos: declaração médica ou receita médica que tenha sido emitida no máximo há seis meses ou exames que tenham sido realizados no máximo há seis meses
  • Pessoas com Síndrome de Down na faixa etária de 18 a 59 anos: não há necessidade de documentação para comprovação
  • Pessoas com deficiência permanente de 50 a 59 anos com Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC): comprovante do BCP ou laudo que comprove a deficiência permanente ou documento que conste a deficiência ou cartão de ônibus

Para todos os contemplados citados, além dessa documentação, é preciso apresentar CPF, documento com foto e comprovante de endereço


Relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde:

  • Doenças Cardiovasculares
    • Insuficiência cardíaca (IC)
    • Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e Hipertensão pulmonar
    • Cardiopatia hipertensiva
    • Síndromes coronarianas
    • Valvopatias
    • Miocardiopatias e Pericardiopatias
    • Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
    • Arritmias cardíacas
    • Cardiopatias congênitas no adulto
    • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
    • Diabetes mellitus
    • Pneumopatias crônicas graves
  • Hipertensão arterial resistente (HAR) – HAR = Quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de três ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas, administradas com frequência, dosagem apropriada e comprovada adesão ou PA controlada em uso de quatro ou mais fármacos anti-hipertensivos
  • Hipertensão arterial – estágio 3 – PA sistólica ≥ 180mmHg e/ou diastólica ≥ 110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade
  • Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade – PA sistólica entre 140 e 179mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg na presença de lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade
  • Doença Cerebrovascular
    • Doença renal crônica
    • Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer).
    • Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)
    • Obesidade mórbida
    • Cirrose hepática

Cadastro

A fim de agilizar o atendimento, a Secretaria Municipal de Saúde recomenda que os munícipes façam o cadastro no site Vacina Já  https://vacinaja.sp.gov.br


O Plano Estadual de Imunização (PEI) de São Paulo informa que a vacinação para grávidas e puérperas com comorbidades no estado segue temporariamente suspensa. A imunização será retomada tão logo novas remessas de vacinas do Butantan e da Pfizer sejam direcionadas pelo Ministério da Saúde para estes públicos.
A nova data será amplamente divulgada assim que os imunizantes estejam disponíveis nos postos de vacinação. A previsão é que novas remessas destas vacinas cheguem nos próximos dias.
O Programa Nacional de Imunização, seguindo a recomendação da Anvisa, decidiu na tarde de hoje (11) suspender a vacinação de gestantes e puérperas com a vacina da Fiocruz/Astrazeneca. O órgão federal sinalizou que emitirá nota técnica com relação às gestantes que já receberam a primeira do imunizante.